Balizador de preços do boi gordo GPB/DATAGRO – Boletim de 09-abril-2024
10 de abril de 2024
Presidente Lula e ministro Fávaro acompanham primeiro embarque de carne para a China em planta recém-habilitada
11 de abril de 2024

Após altas, mercado de boi gordo apresenta estabilidade

Após registrar altas nas cotações na última semana, o mercado físico do boi gordo apresentou estabilidade em quase todo o país nesta segunda-feira (8/4), com as negociações entre frigoríficos e pecuaristas continuando “calmas”.

Segundo a consultoria Agrifatto, devido ao baixo escoamento no mercado doméstico na primeira quinzena do mês, juntamente com a excessiva oferta de fêmeas, a indústria permanece sem grande “pressa” para ir às compras e com isso mantêm o mercado em “banho maria”.

Em Mato Grosso do Sul, houve um incremento de 1,3% no comparativo semanal, com a arroba cotada a R$ 220,70. Já no estado de São Paulo, segundo o indicador Cepea/B3, o preço médio da arroba do boi gordo estava em R$ 225,90 nesta segunda-feira, uma queda de 2,76% desde o início de abril e recuo de 1,95% em relação à sexta-feira.

Na B3, os vencimentos futuros continuam pressionados para cima e apresentam ajustes positivos. O contrato para maio teve um incremento de 0,13% no comparativo diário, ficando cotado a R$ 230,30 a arroba.

Em relação ao mercado externo, a Agrifatto destaca que a primeira semana de abril de 2024 apresentou um bom desempenho, com as exportações de carne bovina in natura totalizando 54,70 mil toneladas embarcadas, com média diária de 10,94 mil toneladas, representando um incremento de 65,84% no comparativo semanal.

No entanto, o preço médio não manteve a mesma sustentação e apresentou um recuo de 1,42% no comparativo anual, ficando em US$ 4,48 mil a tonelada, um dos menores níveis dos últimos quatro anos.

Fonte: Globo Rural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress