Governo e caminhoneiros selam acordo, mas fim dos bloqueios é incerto
27 de fevereiro de 2015
Compra do frigorífico Red Carnica não altera rating do Minerva
27 de fevereiro de 2015

Caminhoneiros seguem com bloqueio em rodovia de MS

Caminhoneiros continuam com manifestações nesta quinta-feira (26). Eles fecharam a BR-163, no km 256, em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande. Decisão da Justiça Federal, dessa terça-feira (24), determina o fim dos protestos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e com a concessionária responsável pela administração da BR-163, o ponto de interdição em Dourados é o único no início desta manhã. A Polícia Militar Rodoviária informou que não há trechos interditados.

Caminhoneiros protestam em todo o país contra a taxa de impostos e preço dos combustíveis. Eles impedem a passagem de caminhões em rodovias. A categoria permite a passagem de carros de passeio, veículos de emergência e com carga viva e ônibus.

Em Mato Grosso do Sul, o movimento começou no sábado (21). As vias são fechadas pela manhã e liberadas no fim da tarde. A situação já afeta o abastecimento de alimentos.

Após a divulgação da decisão judicial, somente o trecho de São Gabriel do Oeste foi liberado. O clima ficou tenso no local e foi preciso intervenção da PRF.

A PRF informou que a medida preventiva foi tomada depois que alguns caminhoneiros ameaçaram depredar os veículos de colegas que tentassem sair da manifestação. O objetivo da força de choque é garantir a tranquilidade do local.

A Advocacia-Geral da União pediu à Justiça Federal que impedisse a realização de bloqueios. O pedido foi aceito após análise de relatório da PRF. No estado, o juiz Renato Toniasso, determinou multa de R$ 10 mil por hora em caso de descumprimento da ordem judicial.

Fonte: G1, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress