exportações de carne bovina dos EUA
Colômbia barra carne bovina de alguns Estados dos EUA por gripe aviária
26 de abril de 2024

Conheça a Donna, vaca “estrela” da ExpoZebu este ano

Vaca Dona está sendo leiloada por milhões na Expozebu — Foto: Divulgação

Com o título de melhor matriz do ranking nacional da raça Nelore em 2023, a vaca Donna FIV CIAV de propriedade da Casa Branca Agropastoril e da Agropecuária Mata Velha, terá 33% de sua propriedade leiloada na edição deste ano da ExpoZebu.

O animal, que também acumula títulos pelos bezerros e bezerras que já gerou, é a grande estrela do Leilão Elo de Raça, principal pregão da feira e responsável por revelar recordistas como a Viatina-19 FIV Mara Móveis, hoje avaliada em mais de R$ 21 milhões.

Vaca Dona está sendo leiloada por milhões na Expozebu — Foto: Divulgação

“Sem sombra de dúvidas, acho que a Donna é o grande destaque, talvez a vaca do ano que vai ser comercializada. Uma vaca que foi recordista em vendas de prenhez ano passado”, comenta o sócio da SAP Assessoria e Genética, Heitor Lutti Pinheiro Machado.

Segundo ele, as bezerras filhas da Donna já foram vendidas por valores de até R$ 1,3 milhão cada, o que dá a dimensão do potencial de valorização que o animal pode chegar no leilão deste ano. Além da Donna, o comprador que arrematar o animal também levará um terço de três clones me idade reprodutiva – conferindo uma garantia ainda maior de retorno.

“A gente sabe que o clone é o melhor seguro que um animal desses tem hoje em dia porque se ele morrer não tem um seguro de vida que cubra o valor que eles alcançam”, explica Lutti.

Leilão

Para o diretor de pecuária do grupo Mata Velha, Fernando Barros, “o céu é o limite”. “Óbvio que para nós, quanto maior o lance, melhor. Mas valor que ficar definido no martelo vamos ficar feliz”, garante Barros. Confiante, ele teve contato com a Donna desde os tempos em que o animal era uma bezerra e explica que desde aquele tempo, há nove anos, ela já se revelava promissora.

“Eu trabalhei com a Donna desde que ela nasceu e ela tinha uma coisa diferente, principalmente de estrutura. E isso é muito importante num animal desse segmento de pista. Ele tem que ter bons ligamentos, estrutura óssea, para aguentar a musculatura e não estourar prumos, casco. E isso ela mostrou que tinha desde bezerra”, conta o diretor de pecuária da Mata Velha,

Fama de família

A Parla FIV AJJ, mãe da Donna, também foi uma estrela no universo pecuário. Era a recordista de preço até o surgimento da Viatina-19 e acumula 37 premiações em seus 16 anos de vida. A Donna, por sua vez, tem superado sua progenitora com índices de fertilidade que surpreendem o setor: produção acima de 80 oócitos por coleta (a média da raça é 8, segundo a Embrapa).

Na monta, a Donna mantém a fama da mãe, reconhecida por “acasalar o touro”, quando o natural é contrário. “A gente muda o touro dela, muda o acasalamento e ela continua produzindo com solidez e muita qualidade”, explica Lutti. Ele pontua que a principal qualidade da vaca está nas características que ela passa para seus descentes: ganho de peso, estrutura, comprimento, entre outros.

“Ela se tornou uma sensação pelo que ela produz. Se ela vai ser a mais valorizada ou não é uma questão de mercado, de momento, mas o reconhecimento dela como principal vaca dentro da ExpoZebu já é uma coisa meio certa. O preço é consequência”, afirma Barros.

Fonte: Globo Rural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress