Atacado –23-06-2016
24 de junho de 2016
Principais indicadores do mercado do boi – 24-06-2016
24 de junho de 2016

Mato Grosso tem 50% de redução em casos de brucelose

Em Mato Grosso, o Programa Estadual de Controle e Erradicação de Brucelose e Tuberculose (PECEBT) iniciou suas ações em 2003, desde então, a prevalência de brucelose no rebanho estadual caiu de 10,2% para 5,1%. O número é destaque de uma dissertação de mestrado, apresentada pela responsável pelo PECEBT, Janice Barddal, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O primeiro estudo, realizado em 2002, revelou que esse índice em Mato Grosso, era o maior do país. Com o alerta, a vacinação das fêmeas de 3 a 8 meses passou a ser obrigatória em 2003. Em 2005, o programa condicionou ainda, a emissão de Guias de Transporte Animal (GTA), à imunização do rebanho contra a doença. O novo estudo, aponta também a redução de focos – de 41,2% para 24,3%.

Além das 26,5 milhões de bezerras vacinadas de 2003 a 2014, foram abatidas 28,9 milhões de fêmeas, segundo o estudo. O estudo revelou ainda, o perfil das propriedades com fatores de risco. “As áreas de maior prevalência têm compartilhamento de pastagens – sobretudo das maternidades, pouco controle na entrada de novos reprodutores, que em geral são propriedades de gado de corte e mistas. O que mudou é que a pecuária leiteira, que antes era fonte de preocupação, agora apresentou evolução significativa no controle da brucelose”, ressalta Janice.

Segundo a responsável pelo programa a conscientização é fundamental para manter a curva crescente dos resultados.

Fonte: Grupo CMA, com informações da assessoria de imprensa da Acrimat, resumida e adaptada pela Equipe BeefPoint.

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress