Brasil aposta em abertura de mercados no 1º semestre de 2014 [ABIEC]
19 de dezembro de 2013
Vamos em frente, com eficiência, e buscando sempre os melhores resultados para pecuária do Brasil – Alfredo Drissen (Profissional RS)
19 de dezembro de 2013

Não existe um modelo único a ser seguido. Cada propriedade e região têm suas características, vantagens e limitações – Oberdan Ermita (Profissional – Rondônia)

Prêmio AgroTalento 2013 é uma iniciativa ousada do BeefPoint, que visa identificar e reconhecer os talentos da pecuária brasileira com idade de 25 a 45 anos. São essas pessoas que estão construindo hoje a pecuária do futuro, são elas que fazem a diferença no nosso setor.

O prêmio foi dividido em três etapas. Na primeira, o leitor BeefPoint preencheu um formulário onde tinha que indicar um nome para cada categoria e justificando sua escolha. Após disso, foi feita uma curadoria pelo BeefPoint, selecionando os finalistas. A terceira etapa foi uma votação aberta ao público, que se encerrou no dia 2 de dezembro. A cerimônia de entrega dos prêmios e a divulgação dos ganhadores foi na véspera do BeefSummit Brasil, no dia 9 de dezembro, no restaurante Varanda Ribeirão, no Shopping Iguatemi, em Ribeirão Preto – SP.

Saiba mais como vai funcionar e o que é o Movimento AgroTalento:

– Prêmio para celebrar os jovens talentos da pecuária brasileira (dezembro 2013)
– Portal com muitos conteúdos focados em desenvolvimento pessoal (durante todo ano de 2014)
– Plataforma de educação online com diversos cursos e treinamentos sobre desenvolvimento pessoal, gestão, liderança e auto-conhecimento (durante todo 2014)
– Curso intensivo estilo bootcamp de 5 dias fechado para convidados agrotalentos (primeiro semestre de 2014)

Para conhecer melhor os finalistas de cada categoria, o BeefPoint preparou uma série de entrevistas com cada um deles.

Confira abaixo a entrevista com  Oberdan Pandolfi Ermita, um dos finalistas do Prêmio AgroTalento 2013, na categoria Profissional – Rondônia.

Captura de Tela 2013-12-18 às 13.59.57
Oberdan Ermita é formado em economia pela UFES e assim que retornou dos estudos, ele e Alexandre Foroni iniciaram a Método Consultoria, que hoje tem atuação importante em Rondônia, em projetos econômicos para captação de recursos e incentivos tributários.

Logo também, Oberdan se envolveu com o cooperativismo, sendo hoje, presidente do Conselho de Administração da Cooperativa de Crédito, que tem dado muito orgulho a ele. A Sicoob Crédito tem hoje 18,5 mil cooperados, 22 agencias em 19 municípios do centro sul de Rondônia. Sendo a maior cooperativa de crédito do norte do país.

BeefPoint: Qual atividade na pecuária mais te inspira?

Oberdan Ermita: Naturalmente os números. Alcançar metas de produção arroba/ha e resultado econômico/ha.

BeefPoint: Você poderia nos contar sobre os acertos? O que fez e deu certo em sua carreira? Qual a sua maior realização?

Oberdan Ermita: O maior acerto foi retornar para Rondônia. Pela minha formação, poderia ter encontrado oportunidades mais fáceis nos grandes centros. Mas, retornar a um estado ainda carente de profissionais, me abriu oportunidades que eu não imaginava.

BeefPoint: Em relação ao seu histórico profissional, porque você acha que foi indicado para o Prêmio AgroTalento? Das suas realizações profissionais, o que você tem mais orgulho até agora?

Oberdan Ermita: Receber a indicação é um tremendo orgulho! Me orgulho, mesmo tão jovem, de ter assumido função eletiva tão relevante na nossa cooperativa de crédito.

BeefPoint: Todos sabemos que aprendemos mais com nossos erros. O que fez e deu errado? Você poderia nos contar?

Oberdan Ermita: Assim que assumimos a gestão da fazenda, adquirimos um bom montante de adubo para a pastagem, pensando que seria a solução para tudo. Que erro e que lição! Tinha um monte de dever de casa antes para fazer e foi necessário parar para planejar.

BeefPoint: O que você fez em 2013 que te trouxe mais resultados?

Oberdan Ermita: Estamos intensificando a propriedade por meio da integração lavoura e pecuária. Na área que colhemos a soja, foi plantado braquiaria ruziziensis, que durante 6 meses da seca produziu 11 arrobas/ha. O resultado econômico da pecuária nesta área foi de R$ 400,00/ha.

BeefPoint: O que você pretende fazer em 2014? Quais são seus planos?

Oberdan Ermita: Em 2014, eu e meu irmão, na área que já está no terceiro ano de lavoura, retornar para pastagem, onde será piqueteada e ai o desafio será manejar esta área.

BeefPoint: Em sua opinião, o que deve ser feito para aumentar o envolvimento dos jovens na agropecuária?

Oberdan Ermita: Sempre que posso já levo meu filho para a fazenda e assim continuarei fazendo. Foi assim que meu pai me criou, desde novo me dando obrigações, ajudando os vaqueiros na lida com o gado, salgando os cochos, etc. Minhas férias eram na fazenda. Este vínculo de criança com a terra cria raiz e paixão.

BeefPoint: Qual o exemplo de pecuarista do futuro no Brasil hoje? Quem você mais admira?

Oberdan Ermita: São tantos exemplos. Citar um poderia ser injusto com outros. Mas, são exemplo aqueles que têm consciência do quanto estão produzindo, qual o resultado econômico estão obtendo e sabem do potencial e das limitações da sua propriedade.

BeefPoint: Qual tema você acredita que será um marco na pecuária do futuro?

Oberdan Ermita: Integração lavoura e pecuária, manejo de pastagem e gestão de pessoas.

BeefPoint: Em sua opinião, qual fazenda se destaca na pecuária hoje?

Oberdan Ermita: Na minha região cito a Fazenda 3 Bacuris, de propriedade de Euvaldo Foroni.

BeefPoint: Que mensagem você deixaria para os pecuaristas?

Oberdan ErmitaNão existe um modelo único a ser seguido. Cada propriedade e região têm suas características, vantagens e limitações.

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress