BNDES disponibiliza mais R$ 1,4 bi para o Plano Safra 2023-24
9 de abril de 2024
Balizador de preços do boi gordo GPB/DATAGRO – Boletim de 09-abril-2024
10 de abril de 2024

Pecuaristas tentam segurar oferta para sustentar preços da arroba do boi gordo

Em um cenário de ampla disponibilidade de boi para abate e demanda pela carne ainda fraca, pecuaristas optam por segurar a oferta dos animais no campo, na tentativa de manter os preços da arroba em patamares um pouco melhores. Segundo a consultoria Agrifatto, as boas condições das pastagens contribuem para essa estratégia.

“O mercado físico registrou altas nas cotações da arroba em grande parte do país [na última semana], a indústria busca manter as programações de abate, enquanto os pecuaristas tentam segurar o gado”, afirmou a consultoria em nota.

Com isso, houve recuo de um dia útil nas programações de abate, considerando a média nacional. A única praça que demonstrou avanço nas programações foi o Pará, que encerrou a semana com 12 dias úteis, um aumento de 2 dias em relação à semana anterior.

Do ponto de vista dos preços, a arroba bovina teve valorização de 0,5% na sexta-feira (5/4) em Mato Grosso, na comparação com o dia anterior, a R$ 210,20 por arroba. O indicador do boi gordo Cepea/B3 avançou 1,07%, para R$ 230,40.

No mercado futuro, porém, o contrato com vencimento para este mês negociado na B3 recuou 0,02% na comparação diária e ficou em R$ 231,45 por arroba, pressionado pela conjuntura ainda baixista do mercado como um todo.

“É importante destacar que o fraco desempenho no varejo durante a primeira quinzena do mês e a queda nas exportações na última semana de março podem indicar uma perda de tração no mercado físico”, alertou a Agrifatto.

Fonte: Mapa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress