Presidente Lula e ministro Fávaro acompanham primeiro embarque de carne para a China em planta recém-habilitada
11 de abril de 2024
Balizador de preços do boi gordo GPB/DATAGRO – Boletim de 12-abril-2024
15 de abril de 2024

Preço do boi gordo avança apesar de cautela na demanda interna por carne

Os preços da arroba bovina apresentam avanços no mercado físico, na maioria das praças pecuárias, mesmo em um cenário de cautela no consumo doméstico da carne. A estratégia dos pecuaristas de tentar segurar a oferta de animais tem contribuído para sustentar as cotações do gado.

“As indústrias se esforçam para manter as escalas de abate em nove dias úteis e com isso tem aceitado pagar levemente a mais pelo boi gordo em quase todo o país”, afirmou a consultoria Agrifatto em nota.

Em São Paulo a cotação do boi gordo teve valorização na terça-feira (9/4) de 0,4% na comparação diária e ficou cotado a R$ 230,30 por arroba.

O indicador Cepea/B3 atingiu R$ 229 por arroba, aumento de 1,37% no mesmo comparativo.

Na B3, entretanto, as variações seguiram caminho oposto ao do mercado físico, com todos os contratos apresentando quedas. O contrato com vencimento para este mês ficou cotado a R$ 231,15 a arroba, com recuo de 0,17%.

Na ponta da demanda, a Agrifatto ressalta que as distribuições no atacado de carne com ossos nos últimos cinco dias se mantiveram entre medianas e baixas.

“Há oferta de boi castrado, boi inteiro, vaca e novilha, porém, não há demanda por nenhum deles devido ao baixo escoamento. Com a fraca demanda por cortes nobres, o preço do dianteiro é um dos poucos que se mantém firme e com viés de alta, precificado a R$ 14,00/kg”, destacou.

Fonte: Globo Rural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress