O potencial do sorgo como cultura para parodução de silagens. Parte 3/6 – Práticas culturais
4 de agosto de 2000
O que se espera do confinamento em 2000
18 de agosto de 2000

Agricultura no Limiar do Milênio

Caio Junqueira Filho

Foi realizado na semana passada, no Hotel Glória, no Rio de Janeiro, o “X CONGRESSO MUNDIAL DE SOCIOLOGIA RURAL e o XXXVIII CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL”. Com representantes de inúmeros países e tradução simultânea em quatro idiomas, português, espanhol, inglês e francês, mais de 1.500 inscritos discutiram vários assuntos centrados no tema: “Agricultura no Limiar do Milênio”.

Foto

No dia 02, quarta feira, o Professor Fernando Curi Peres, da ESALQ, coordenou um painel sobre administração rural, onde juntamente com os professores Ricardo de Souza Sette, da Universidade Federal de Lavras e o Professor José Roberto Canziani, da Universidade Federal do Paraná, apresentei o tema “Necessidade de Consultoria na Implantação de Sistemas Agroindustriais”.

O tema discutido foi extremamente apropriado. A globalização da economia aliada a estabilização da moeda impingiu ao produtor rural, até então, acostumado apenas aos problemas internos da propriedade e aos assuntos meramente de serviço, novos aspectos como:

– Produtividade e Novas Tecnologias capazes de anular o aspecto de concorrência quase perfeita da pecuária. É produzir a mesma quantidade com custo menor ou aumentar a produção com o mesmo custo.

– Visão da Cadeia Produtiva onde não basta produzir alta qualidade quando os elos subseqüentes sejam capazes de prejudicar a qualidade. Daí a necessidade de conhecer e atuar em toda a cadeia.

– Qualidade, Quantidade e Regularidade na produção, focando o consumidor como alvo da produção. É a necessidade de disponibilizar ao consumidor o produto independente da época do ano.

– Necessidade de marketing para barrar o avanço da concorrência. É mostrar ao consumidor o que produzimos, como produzimos e como deve ser consumido o que produzimos.

– Pesquisa de opinião para conhecermos as necessidades do consumidor e assim podermos atendê-lo em suas necessidades.

Assim surge a consultoria, onde técnicos especializados nas diversas áreas pós-porteira, agregam esses novos aspectos transformando o produtor em Empresário Rural.

Como Empresário Rural, o produtor verá sua fazenda como uma Empresa Rural e sua atividade como Agronegócio. Terá consultores para determinar o planejamento estratégico de sua empresa onde se explicitará a Missão, os Objetivos Gerais, as Estratégias e as Metas do empreendimento. Através de uma Análise F.O.F.A. serão explicitadas as Fortalezas, as Oportunidades, as Fraquezas e as Ameaças ao sistema produtivo, direcionando o empreendimento ao sucesso.

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress