Moody’s eleva perspectivas de rating da Marfrig e BRF
19 de março de 2024
Workshop Online: Os 7 erros do marketing no agro
19 de março de 2024

Arroba do boi gordo segue pressionada com negociações lentas dos frigoríficos

O preço do boi gordo no mercado paulista encerrou com nova queda na última sexta-feira (15/03). O recuo diário de 0,90% fez a cotação ficar em R$ 231,50 a arroba. Com isso, o compilado de preços mensal do mercado físico teve uma variação negativa de 1,66% em São Paulo.

Sem novidades técnicas, a depreciação da arroba do boi gordo segue acontecendo devido a negociação mais lenta por parte dos frigoríficos e, por isso, um descompasso entre oferta e demanda nas principais praças do país.

De acordo com a consultoria Agrifatto, a chegada da segunda quinzena favorece a “pressão baixista”, porque o escoamento de carne bovina no mercado doméstico também está devagar.

Em Goiás, a desvalorização do animal foi de 0,5% no comparativo diário, ficando cotada a R$ 214,50 a arroba.

“Diante do cenário onde o pecuarista tenta controlar a oferta esperando uma melhora nas cotações e as indústrias compram de maneira cautelosa, as escalas de abate na média nacional permaneceram estáveis na comparação semanal, rondando dez dias úteis”, informa hoje o boletim diário da consultoria.

Para os próximos dias, a consultoria prevê que as escalas continuem elevadas como resultado dos estoques confortáveis dos atacadistas somados à piora no escoamento.

Fonte: Globo Rural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress