Custos diretos e indiretos
14 de julho de 2000
Transformando discurso em ações efetivas
28 de julho de 2000

Avaliação do potencial de aptidão reprodutiva de machos bovinos

Ed Hoffmann Madureira

O Software CAP – V 1.0 lançado em 04/08/1999 se destina a Médicos Veterinários, responsáveis pela análise do potencial de aptidão reprodutiva de machos bovinos. Ele se baseia em normas estabelecidas pelo MA (Portaria SDR 26 de05/09/1996), publicadas no Manual para Exame Andrológico e Avaliação de Sêmen Animal, elaborado conforme convênio MA/CBRA nº 021/1997.

Objetiva organizar as informações obtidas da avaliação clínica e seminal do reprodutor, padronizando o julgamento da aptidão reprodutiva e os relatórios, que poderão ser emitidos em conjunto, ou seja, por lote de touros, ou individualmente em forma de laudo ou Certificado Andrológico, sempre considerando os quesitos mínimos necessários estabelecidos.

O SW CAP possibilita ainda a Classificação Andrológica por Pontos (CAP),preconizada por vários especialistas da área. Esta classificação atribui pontuação para os critérios de motilidade progressiva e vigor; morfologia espermática e circunferência escrotal. Quanto à circunferência escrotal,este avalia o valor mínimo aceitável em diferentes faixas etárias, conforme as subespécies “Bos taurus taurus” e “Bos taurus indicus”, de acordo com proposta de Vale Filho, V.R. (1989), baseada na tabela do BSE (“Breeding Soundness Evaluation” da “American Society of Theriogenology”, USA, 1976). Em se tratando de touros zebuínos criados em condições semi-extensivas, sugere-se a utilização desta tabela para a classificação dos reprodutores. Para o “Bos taurus indicus” ainda são oferecidas outras opções de classificação da circunferência escrotal, uma conforme Fonseca (1997), predominantemente para animais da raça Nelore, sendo mais indicada para touros criados a campo, e outra para touros jovens, especificamente da raça Nelore, sugerida para animaissubmetidos a maior pressão de seleção, proposta por Lôbo, R.B. 1997), ambas publicadas no Manual (MA/CBRA) de 1998. Como inovação estas tabelas foramteoricamente adaptadas à atribuição de pontos, visto que originalmente atribuem conceitos. Em qualquer das opções de cálculo oferecidas para “Bos taurus indicus”, valerá ao profissional usuário do sistema, comparar os animais através do ranking de pontos alcançados, obtendo assim noção de importância de cada animal dentro do lote em avaliação. Não é tecnicamente correta a comparação do total de pontos obtidos por um mesmo animal nas diferentes opções de cálculo oferecidas.

O SW CAP é um produto desenvolvido a partir de soluções obtidas para as dificuldades encontradas ao longo de um período de 10 anos de avaliações andrológicas e contou com a consultoria de renomado andrologista, Dr.Vicente Ribeiro do Vale Filho.

É importante salientar que o SW CAP não substitui a análise crítica do profissional, sendo seu principal atributo permitir a organização desta análise. O SW CAP confere homogeneidade ao julgamento do profissional e tem ainda como característica auxiliar na atualização do técnico, posto que pretende continuamente incorporar as conquistas científicas na Andrologia animal e novas exigências do MA, através de versões corrigidas.

O SW-CAP conta com uma função de ajuda com textos explicativos a respeito de cada função e relatório. Aconselhamos a sua leitura e consulta sempre que surgir dúvida quanto ao funcionamento do sistema.

Ainda com o intúito de auxiliar na amiliariazação do usuário com o SW-CAP,está disponível um trabalho EXEMPLO. Consulte-o, navegando em todas as suas telas, antes de criar o seus próprios trabalhos.

Fonte: Maria Isabel Vaz de Melo – CRMV – 2003, Doutora em Ciência Animal / UFMG, Membro do Comitê de Andrologia do CBRA

0 Comments

  1. Breno Dalla Maestri disse:

    Como proceder para obter este software

    Att,

    Breno

plugins premium WordPress