Prejuízo da Beyond Meat aumentou para US$ 54,4 milhões no primeiro trimestre
9 de maio de 2024

Mapa reúne cooperativas do agro do Rio Grande do Sul para dialogar sobre medidas de apoio

Foto: Mapa.

Com foco em estruturar medidas precisas para apoiar o setor do agronegócio no Rio Grande do Sul, o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, realizou uma videoconferência com representantes do agro cooperativismo gaúcho, nesta quarta-feira (8). A reunião também contou com representantes de todas as secretarias do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). 

O ministro Fávaro reforçou que o encontro busca levantar informações e propostas em conjunto, para a construção de medidas precisas. “Por determinação do presidente Lula, a Esplanada dos Ministérios está totalmente voltada para buscar soluções para o Rio Grande do Sul. Vamos trabalhar juntos”, destacou Fávaro. “Estamos aqui para que vocês façam o relato cooperativista e nos apresentem sugestões. Vamos levar para equipe econômica para analisar e ajustar. Estamos juntos neste momento difícil”. 

Durante a conversa, o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), Márcio Lopes de Freitas, destacou a importância de fortalecer o cooperativismo da região e comentou que boa parte do cooperativismo agropecuário brasileiro tem raízes no Rio Grande do Sul. Também pontuou a importância do espaço para o diálogo. “Nós temos que tratar de soluções e construir juntos. Então, estamos aqui para debater sobre as possibilidades. Nós queremos criar uma rampa de soluções”, disse o presidente da OCB. 

Já o presidente do Sistema Ocergs, Darci Hartmann, sugeriu proposta para fortalecer e dar oportunidade para produtores e cooperativas. “Nós precisamos de uma mudança de estrutura para que possamos, novamente, recapitalizar o produtor e dar oportunidade para que possa voltar a produzir. Trouxemos propostas para fazemos uma reestruturação das dívidas e para voltar a capitalizar as cooperativas. São sugestões para o crescimento sustentável das cooperativas do Rio Grande do Sul”. 

O ministro Fávaro pontuou que o Mapa enviou uma proposta para o Conselho Monetário Nacional (CMN) para a suspensão dos pagamentos das dívidas dos produtores rurais do Rio Grande do Sul por 90 dias, com a possibilidade de prorrogação.  

Ainda, foi comunicado pelo ministro que o Governo Federal está preparando uma Medida Provisória (MP) que visa liberar a importação de arroz pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O objetivo é evitar especulação financeira e estabilizar o preço do produto nos mercados de todo o país. Fávaro reforçou que a medida não irá concorrer com os agricultores brasileiros, pois o produto comprado no comércio externo deve ser repassado apenas para pequenos mercados. 

Também foi defendida pelo ministro do Mapa a proposta de criação de um fundo de aval, viabilizando a tomada de crédito por parte dos produtores impactados. “A solução é o fundo garantidor, como foi utilizado no Pronamp (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte) durante a pandemia. Onde o poder público garante as operações, com isso, o crédito volta a existir para os produtores”. 

DIÁLOGO

Na última terça-feira (8), o ministro Carlos Fávaro juntamente com todo o secretariado da pasta, realizou a primeira reunião ampliada com a Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) e mais de 100 sindicatos rurais do estado por meio de videoconferência. Encontro busca o diálogo para a adoção de medidas de reconstrução da agropecuária gaúcha. 

Fonte: Mapa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress