EUA prevêem queda nas exportações argentinas e uruguaias
27 de junho de 2001
Presidente da OIE chega ao Brasil amanhã
29 de junho de 2001

Ministro critica aumento de subsídio norte-americano

O ministro da Agricultura, Marcus Vinícius Pratini de Moraes, criticou a aprovação, pela Câmara de Deputados dos Estados Unidos, de legislação que aumenta em mais US$ 5,5 bilhões os subsídios concedidos aos produtores americanos. “A decisão anunciada ontem nos Estados Unidos, comprova que estávamos certos em aumentar a TEC (Tarifa Externa Comum) para os produtos agrícolas que recebem subsídios em seus mercados de origem”, disse o ministro.

Os países de fora do Mercosul que subsidiam sua agricultura terão a TEC aumentada de 20% para até 35%. O aumento foi uma sugestão de Pratini aceita pelos ministros de Agricultura dos países que integram o Mercosul. A medida, que deverá entrar em vigor no final do ano, atinge os países que mais concedem subvenções à agricultura, como os da União Européia, Estados Unidos, Japão e China.

Para o ministro da Agricultura, o aumento da TEC para os produtos agrícolas procedentes dos países ricos é a única alternativa que os países em desenvolvimento, como os do Mercosul, podem praticar para defender seus interesses. “A decisão dos Estados Unidos mostra que eles defendem com unhas e dentes a sua agricultura”, observou.

Um grupo técnico da Câmara de Comércio Exterior (Camex) irá definir qual o valor das tarifas a serem praticadas. “Esse mesmo trabalho está sendo feito pelos demais parceiros do bloco. No final do ano haverá uma nova reunião, quando então será aplicada a tarifa comum por todos os países do bloco”, afirmou.

fonte: Paraná Online, adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress