Venda de vacinas cresce 13%
5 de junho de 2001
Rio Grande tem nova suspeita de aftosa
7 de junho de 2001

MS pode produzir vacina contra carrapato

Um laboratório multinacional estuda a possibilidade de estabelecer em Mato Grosso do Sul uma filial para a produção de uma vacina para combater carrapatos. Os danos causados pelos parasitas ao couro bovino geram ao País uma perda anual de US$ 1 bilhão.

“Estivemos em um Congresso de Biotecnologia e Genética em Cuba, nos dias 18 e 19 de maio último, quando foi apresentada a vacina que mostrou grande eficácia no combate ao carrapato em experiências realizadas no México. Após a aplicação de um centímetro cúbico no novilho, o parasita morre pouco tempo depois de sugar o sangue do gado. A vacina destrói o intestino do carrapato e anula a sua procriação, já que na grama cada animal põe cerca de quatro mil ovos`, explica o secretário-executivo do Sindicato da Indústria de Curtume, Couros e Derivados de Mato Grosso do Sul, Aldayr Heberle.

O pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Alberto Gomes, explica que a vacina não causa danos ao meio ambiente e não contamina a carne e o leite do gado. Em algumas raças, como as européias puras, o carrapato pode levar até a 40% de morte no rebanho. O parasita causa a espoliação do sangue no gado, libera toxinas no corpo do animal que levam a perda de apetite, transmite a Tristeza Parasitária e causa os danos no couro.

fonte: Gazeta Mercantil, adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress