Vigília na fronteira com Bolívia e Paraguai será mantida
4 de junho de 2001
Justiça autoriza abates em Alegrete
6 de junho de 2001

Venda de vacinas cresce 13%

As vendas nacionais de vacina contra aftosa cresceram 13,3% entre janeiro e maio, em comparação ao mesmo período de 2000. Segundo o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (Sindan), nos cinco primeiros meses deste exercício, foram comercializadas 150,7 milhões de doses.

No início do ano, a estimativa de demanda por doses da vacina era da ordem de 284 milhões. Só o Rio Grande do Sul precisará de 26 milhões a mais que a estimativa inicial, para aplicar as duas doses necessárias em seu rebanho de 13 milhões de cabeças. A demanda para este ano passa a 310 milhões de doses.

Sacrifícios

No Rio Grande do Sul, o sacrifício de animais contaminados com aftosa prosseguiu ontem. Em Dom Pedrito foram abatidos 28 bovinos. Em Rio Grande, técnicos das secretaria da Agricultura e da Segurança Pública preparavam o abate de outros 26 bovinos de três propriedades. Um laudo da Fundação Estadual de Proteção Ambiental recomenda a incineração doa animais, devido a superficialidade do lençol freático.

Em Quaraí, na fronteira com a cidade de Artigas, no Uruguai, o sacrifício de 227 animais contaminados só será realizado depois que as águas da enchente que atinge a cidade baixarem. Em Alegrete, 178 animais infectados ainda não foram abatidos, amparados por uma medida judicial.

fonte: Gazeta Mercantil (por Alexandre Inacio Luiz Guimarães), adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress