Medo da ‘vaca louca’ restringe doação de sangue nos EUA
3 de julho de 2001
Presidente da OIE aprova controle da ‘vaca louca’ no Brasil
5 de julho de 2001

Pacote de medidas beneficia pecuária

O presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou ontem o Plano Safra 2001/2002, que disponibilizará R$ 14,7 bilhões de crédito para financiamento da produção agrícola e pecuária brasileira – 30% superior ao ano anterior.

De acordo com ministro da Agricultura, Pratini de Moraes, o governo vai ampliar e modernizar o segmento de pequenos frigoríficos, com o objetivo de reduzir a venda de carne clandestina no País. “Hoje existem animais abatidos sem qualquer condição sanitária. Vamos melhorar a carne oferecida ao consumidor local”, falou o ministro.

Além disso, haverá reforço na fiscalização sanitária, levando em consideração os recentes casos de febre aftosa no rebanho bovino do Rio Grande do Sul, e de outras enfermidades em criações comerciais de aves e ovinos.

Entre os programas que estão recebendo a atenção especial do governo para a próxima safra está o Proleite, que, além dos recursos para financiamento, vai destinar, aos criadores de gado leiteiro, verbas para a aquisição de gerador alternativo de energia.

Segundo Pratini, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também financiará a suinocultura, segmento que vem apresentando aumento nas exportações. Pratini informou ainda que a linha de financiamento do Banco do Brasil para o setor equalizou sua taxa de juros em 8,75% – hoje é de 13%, segundo o ministro – e terá R$ 300 milhões para custeio e financiamento agrícola.

fonte: Gazeta Mercantil e Diário Catarinense, adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress