Minerva recorrerá ao governo do Uruguai para tentar destravar acordo com a Marfrig
24 de maio de 2024
CEPEA: Negócios seguem lentos e preços, em queda
24 de maio de 2024

Sistema CNA/Senar promove ação para reconstruir o agro no Rio Grande do Sul

O Sistema CNA/Senar vai promover uma ampla ação para reconstruir e recuperar a agropecuária no Rio Grande do Sul, afetada pela tragédia das enchentes, e para que os produtores rurais voltem a produzir alimentos.

A iniciativa denominada SuperAção Agro Rio Grande do Sul vai mobilizar as Federações de Agricultura e Pecuária nos Estados, contará com recursos financeiros de R$ 100 milhões e incluirá profissionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) de outras regiões do país.

Cerca de 300 técnicos de campo e instrutores do Senar de outros Estados, com expertise no atendimento de campo, capacidade e conhecimento das mais diversas cadeias produtivas, atuarão diretamente no Rio Grande do Sul realizando o diagnóstico da situação, no restabelecimento das propriedades e no apoio à volta da atividade produtiva.

“Montamos um Comitê Central para orientar a realização dos trabalhos na ponta. Precisamos ajudar os produtores rurais. Temos conhecimento técnico e experiência de atuação em outras situações de catástrofes. Vamos fazer a coisa acontecer. Não podemos deixar os produtores, não podemos deixar o Estado passar por mais sofrimento ainda, além de tudo que já estão enfrentando”, afirmou o presidente da CNA, João Martins.

A comitiva nacional irá se somar à equipe de técnicos e profissionais do Senar-RS e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul) que já estão atuando no atendimento aos produtores rurais.

A tragédia no Rio Grande do Sul atingiu diversas culturas com perdas que afetaram pequenas, médias e grandes produções. A equipe do Senar vai ajudar os produtores em todos os estágios das necessidades produtivas, que vão desde o inventário das perdas, manutenção de maquinários, Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), entre outras.

“Estaremos no Rio Grande do Sul com maior abrangência, desenvolvendo um plano de ação por propriedade. O Sistema CNA/Senar tem expertise e conhecimento porque já atuou para ajudar produtores afetados por tragédias a voltarem a produzir e escoarem os alimentos, como ocorreu no projeto SuperAção Brumadinho. Na época, uma série de ações foram realizadas para a população rural impactada pelo rompimento de uma barragem na região”, afirmou o diretor-geral do Senar, Daniel Carrara.

As regiões que receberão os atendimentos no Sul estão sendo mapeadas. A assistência do Senar não se limitará àqueles produtores que hoje recebem algum tipo de atendimento da entidade. O objetivo é atuar em regiões específicas com grupos que tenham tido produções de alimentos afetadas em todos os níveis.

“Estamos recebendo a solidariedade de todo o Brasil e não seria diferente com os produtores rurais, por meio da sua Confederação, com o presidente da CNA e com o Senar levando essa ajuda ao produtor rural”, afirmou Gedeão Pereira, presidente da Farsul.

O presidente da CNA, João Martins, já havia anunciado, no início da tragédia, uma doação do Sistema de R$ 2 milhões para o Estado.

Fonte: Assessoria de Comunicação CNA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress