Domínio do risco
9 de junho de 2000
Mercado físico e o couro bovino
23 de junho de 2000

Um bovino não produz só carne!

Em peso e valor total o produto obtido em maior quantidade de um bovino é a carne, porém, não é o único. Muitas outras indústrias dependem da pecuária de corte para o fornecimento de matérias prima para seus negócios. Segundo estimativas conservadoras para cada real gerado na pecuária de corte, pelo menos outros cinco são gerados em outras atividades. Ainda antes de morrer o bovino é uma fonte significativa de adubo orgânico (esterco), principalmente os animais confinados. A partir do abate, o mesmo passa a fornecer matéria prima para a indústria química, farmacêutica, hospitalar, perfumaria e cosméticos, calçados e muitas outras. A importância desse negócio na formação do Produto Interno Bruto é bastante significativa.

Um fato pouco considerado é a capacidade dos bovinos de utilizarem pastagens, ou seja, transformarem alimentos de baixo valor nutritivo (ex: capins), em um alimento nobre de alto valor nutritivo. O bovino não compete com o homem por alimentos como insinuam alguns. Os alimentos que o bovino consome, o homem não consome. Podem ainda os bovinos se alimentar de resíduos da indústria agroalimentícia transformando-os em carne e, em muitos casos ajudando a diminuir o problema de contaminação do meio ambiente por esses subprodutos.

Também as áreas que são utilizadas para pastagens são de menor fertilidade, algumas só podem mesmo ser utilizadas para pastagens. A maior parte do gado de corte produzido atualmente vêm dessas áreas. A afirmação de que o gado de corte ocupa áreas de agricultura, com pequenas exceções, não é verídica.

Com a modernização da pecuária de corte, os sistemas de produção extensivos que eram predominantes, passaram a dar lugar para uma pecuária mais tecnificada, mais intensiva, eficiente e produtiva. Esse tipo de pecuária também ajudou a derrubar a teoria de que a pecuária de corte era pouco utilizadora de mão de obra rural, característica da pecuária extensiva, e hoje, a demanda por mão de obra já com um certo nível de especialização nesse tipo de negócio é grande. As fazendas de gado de corte são um bom empregador dessa mão de obra, ajudando a manter esse trabalhador no campo junto à suas raízes.
A criação de animais é uma atividade que desenvolve no homem valores mais fortes de família e meio ambiente, provavelmente pelo simples fato do mesmo estar lidando com a vida desses animais, participando do seu nascimento, alimentação e outros cuidados, tornando-o assim mais ligado ao seu meio.

A extensão do território brasileiro, o aumento da população do país e do mundo que ocasiona uma crescente demanda por alimentos em nível mundial, aliados à posse do maior rebanho bovino produtivo do mundo e ao grande poder nutritivo da carne bovina, coloca nosso país numa posição privilegiada perante esse grande mercado consumidor espalhado por todo o planeta.

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress