RS finaliza abate de animais
13 de junho de 2001
Frigoríficos do MS reclamam de alíquota de ICMS
18 de junho de 2001

Apagão e geradores

Várias indústrias, empresas rurais e urbanas, e residências vêm procurando uma melhor maneira de enfrentar esse novo grande problema nacional que é o “apagão”.

Fontes alternativas de geração de energia elétrica estão começando a ser analisadas, entre elas a energia eólica (obtida através do vento); a nuclear, sempre discriminada, ressurge como uma fonte alternativa de geração de energia; a energia solar não muito utilizada devido ao preço de instalação; além da energia gerada através das termoelétricas. Porém, a fonte mais procurada em função do pronto atendimento tem sido os geradores de energia movidos a óleo diesel, sendo uma fonte relativamente barata de energia e já utilizada em nosso meio.

Os geradores

Os geradores são dimensionados de acordo com a potência dos equipamentos existentes em cada empresa, multiplicados por um fator de demanda, que é o percentual de utilização desses equipamentos. Isso para que não haja necessidade de se fazer um racionamento dentro da empresa. Por exemplo, se for ligar o triturador, deverá desligar a máquina de solda e assim por diante.

Consumo de óleo diesel

O consumo de óleo diesel pelos geradores, segundo representantes do setor, pode ser estimado ao redor de 0,22 litros por hora, para cada kVA.

Dentro da crise, os geradores de maior procura são os de 7 kVA, vendidos principalmente para postos de gasolina por um preço de R$6.290,00 e os que variam entre 15 e 22 kVA, vendidos principalmente para residências e propriedades rurais cujos preços médios são R$19.300,00 e R$23.500,00, respectivamente.

Os geradores podem ser instalados em qualquer lugar plano. Na falta de motor os geradores podem ser ligados na TDP (Tomada de Potência) do trator.

Brasil

No Brasil, as usinas hidrelétricas são responsáveis por 90% da energia consumida e atualmente os reservatórios encontram-se com baixíssimos níveis de água e, em virtude da privatização das concessionárias, o governo não investiu em linhas de transmissões de energia. Por esse motivo o Brasil não consegue comprar energia de países vizinhos.

Stravos

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress