Ingleses estudam método de controle da malária
11 de junho de 2001
MA envia novo lote de vacinas para o RS
13 de junho de 2001

Arábia Saudita retoma importações brasileiras

A Arábia Saudita retomou as importações de carnes do Brasil, suspensas desde o último dia 9. A partir de agora, a proibição temporária restringe-se apenas aos animais vivos susceptíveis ao vírus da febre aftosa (bovinos, bubalinos, suínos, ovinos e caprinos), segundo informou ontem o diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) do Ministério da Agricultura e do Abastecimento, Rui Vargas. As carnes em geral (desossadas “in natura” e industrializadas) estão excluídas da proibição. A liberação também beneficia as exportações de carnes de frango, que haviam sido suspensas.

Nos quatro primeiros meses deste ano, foram negociados 80 mil toneladas de cortes e frangos inteiros para a Arábia Saudita, que é um dos principais importadores da carne brasileira, principalmente de frango. As exportações de carne bovina foram de 5,5 mil toneladas contra 472 toneladas no mesmo período do ano passado. O produto foi negociado a um preço médio de US$ 1,8 mil por tonelada. Em 2000, o Brasil exportou 3141 toneladas de carne bovina “in natura” e industrializada para o país saudita.

A Secretaria de Defesa Animal ainda vai propor ao ministro Pratini de Moraes a ida de uma missão brasileira para Cingapura, China e Arábia Saudita, para o estabelecimento de novos acordos sanitários e a abertura de comércio para as exportações brasileiras.

fonte: Larissa Rodrigues, para o BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress