Cresce mercado de produtos naturais nos EUA
18 de junho de 2001
RS registra novo foco de aftosa
20 de junho de 2001

Europa propõe mudanças para controle de ração animal

Os governos europeus pretendem reforçar o controle sobre subprodutos de origem animal, alguns dos quais considerados responsáveis pela disseminação da doença da “vaca louca”, a Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), e de outros alertas de saúde alimentar. As mudanças propostas ainda precisam ser aprovadas pelo Parlamento Europeu.

As mudanças vão banir o “canibalismo” na ração animal. Além disso, vão introduzir monitoração e rastreamento mais rigorosos de subprodutos de origem animal, a um custo anual previsto em 1,5 bilhão de euros (US$ 1,3 bilhão). Os ministros também pretendem ampliar um veto imposto no ano passado sobre o uso de farinha de carne e ossos na ração de suínos e aves. A proibição destes ingredientes para ruminantes, como bovinos e ovinos, vigora deste 1994.

Ontem, uma ação iniciada há dois anos pelo Reino Unido para obrigar a França a abrir seu mercado à carne bovina inglesa foi enviada ao mais alto tribunal europeu. Uma decisão sobre o caso ainda pode levar meses. A França se recusa a aceitar uma decisão de 1999 da União Européia, que liberou a importação de carne bovina britânica, após três anos de proibição. A França argumenta que o produto ainda pode estar contaminado pela doença da “vaca louca”, cuja variante em humanos já fez mais de 100 vítimas na Europa.

fonte: Gazeta Mercantil, adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress