O processo administrativo
22 de junho de 2001
RS agora é contra abate de animais de contato
26 de junho de 2001

Missão européia encerra trabalho no RS

A missão européia que veio ao Brasil para vistoriar as condições sanitárias do rebanho gaúcho está agora no Uruguai, onde realiza os mesmos procedimentos de inspeção. O presidente do Sindicato da Indústria de Carne do Rio Grande do Sul (Sicadergs) e diretor do frigoríficos Extremo Sul, Alfredo Knorr, acredita que os técnicos estão convencidos de que as ações de controle da febre aftosa foram adequadas. A missão visitou o Extremo Sul, tradicional exportador de carne à União Européia, além do frigorífico Alegretense, de Alegrete.

O secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Rui Vargas, disse que a prática adotada pelo governo de sacrificar só animais doentes, preservando rebanhos de contato, será analisada pela missão da UE e tem chance de ser aceita se o vírus for erradicado. Todos animais que tiveram proximidade com animais doentes e sacrificados serão transportados em caminhões adequados com rotas monitoradas até os frigoríficos, e a carne será vendida só no Rio Grande do Sul

Desde o surgimento da doença, o Estado deixou de exportar mensalmente mil toneladas de carne, com perdas de US$ 2 milhões por mês. A partir das informações colhidas pelos veterinários, será elaborado um relatório que servirá de base para a retomada das exportações de carne ‘in natura’ para o mercado europeu.

fonte: Gazeta Mercantil (por Luiz Guimarães), adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress