Cresce mercado de produtos naturais nos EUA
18 de junho de 2001
RS registra novo foco de aftosa
20 de junho de 2001

Missão européia inicia auditoria no RS

Quatro veterinários da União Européia (UE) iniciaram ontem os trabalhos de auditoria no sistema de combate à aftosa do Rio Grande do Sul. De acordo com a delegacia do Ministério da Agricultura, o relatório deve ficar pronto em um mês.

Os veterinários da Alemanha, Inglaterra, Itália e Portugal serão acompanhados por técnicos do Ministério e da Secretaria da Agricultura em visitas a frigoríficos, propriedades rurais e postos de inspetoria veterinária do Estado em Pelotas, Bagé, Uruguaiana, Santana do Livramento e Alegrete. Na quinta-feira, o grupo viaja a Chapecó (SC) e na sexta retorna a Porto Alegre, antes de seguir para o Uruguai, onde também fará vistorias.

As vendas externas de carne gaúcha “in natura” estão suspensas desde 9 de maio. Com isso, o Rio Grande do Sul já deixou de embarcar cerca de 3 mil toneladas do produto, o que corresponde a quase US$ 6 milhões. No acumulado dos cinco primeiros meses do ano, a produção caiu de 397 mil para 377 mil cabeças, segundo revelou o presidente do Sindicato das Indústrias de Carne e Derivados do Estado, José Alfredo Knorr.

A UE absorve 50% das exportações de carne “in natura” do Rio Grande do Sul, o equivalente a pouco mais de 1 mil toneladas e a US$ 2 milhões mensais. A retomada dos negócios com a Europa é importante porque facilitará a reabertura de mercados como Chile e Israel.

fonte: Valor Online, adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress