Criadores de ovelha reclamam de prejuízo e alegam controle
25 de janeiro de 2001
Vaca louca leva EUA a decretarem quarentena
29 de janeiro de 2001

Novo desafio a ser superado pela cadeia da carne bovina

A notícia sobre a ocorrência de casos da doença denominada “scrapie” em rebanhos ovinos do Estado do Paraná foi o acontecimento que reavivou a discussão sobre a probabilidade da presença da doença da vaca louca poder aparecer no Brasil. Após a comunicação oficial das autoridades brasileiras à Organização Internacional de Epizootias (OIE) sobre os casos de “scrapie” ocorridos, noticiários da imprensa nacional e internacional levantaram possíveis casos de importação por parte do Brasil de animais e de farinhas animais provenientes da Inglaterra e de outros países da Europa.

Mesmo que as evidências mostrem que a probabilidade de surgir casos da doença da vaca louca no Brasil seja mínima, após a ocorrência desses casos de “scrapie” as dúvidas tendem a aumentar e é esperado que venham a ser explorados comercialmente por parte dos países concorrentes.

As autoridades brasileiras têm tomado atitudes rápidas, tanto no controle dos focos, como no esclarecimento de como surgiram e de suas possíveis relações com a doença da vaca louca. Além disso, está sendo providenciado um levantamento das importações de animais da Inglaterra e de outros países na Europa, assim como um rastreamento desses animais e de seus descendentes dentro do território brasileiro. Todos os componentes da cadeia da carme pr4ecisam das total apoio às autoridades governamentais. Eles devem ter a responsabilidade de conhecer, praticar e divulgar os procedimentos necessários para evitar o surgimento de casos da doença no rebanho brasileiro. O governo já estabeleceu normas para evitar o aparecimento da doença, mas elas precisam ser cumpridas justamente pelos componentes da cadeia da carne para surtirem efeitos. Os inescrupulosos que porventura estiverem burlando as normas deve, ser denunciados e punidos exemplarmente. O problema é tão importante que uma legislação específica poderia ser elaborada para punição dos infratores. Muito mais importante que os aspectos econômicos e sociais da cadeia da carne para a sociedade brasileira, estão os aspectos de saúde pública.

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress