Cresce mercado de produtos naturais nos EUA
18 de junho de 2001
RS registra novo foco de aftosa
20 de junho de 2001

Suspensão de embargo anima pecuaristas goianos

O anúncio da suspensão do embargo da Inglaterra às importações de carne bovina brasileira deu novo ânimo aos produtores goianos, que esperam agora uma recuperação nos preços do produto no mercado interno – atualmente cotado a R$ 39,00.

Segundo o coordenador do Fórum Nacional da Pecuária de Corte, da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Antenor Nogueira, a decisão inglesa representará um estímulo significativo ao abate de bovinos. O país absorve cerca de 44% das exportações brasileiras de carne processada e 10% das de carne “in natura”. Segundo ele, para esta época do ano, quando praticamente já se esgotou o estoque de boi engordado a pasto, o normal é que a cotação da arroba esteja pelo menos a 18 dólares (R$ 44,20), em lugar dos atuais 16 dólares.

Para o presidente da Sociedade Goiana de Pecuária e Agricultura, Maurício Faria, os preços deprimidos do boi gordo não se devem a desequilíbrios entre a oferta e a procura, mas à ação deliberada dos frigoríficos. De acordo com Faria, a indústria frigorífica vem reduzindo seus abates para fazer escalas de vários dias e assim ganhar fôlego para pressionar para baixo os preços da arroba de carne.

Antenor Nogueira também concorda que alguns frigoríficos vêm trabalhando com ociosidade a fim de alongar suas escalas de abate, mas recomenda aos produtores que não aceitem esse jogo. Segundo ele, nesses momentos de preços artificialmente baixos, o correto é o pecuarista segurar o quanto puder seus estoques de bois, comercializando apenas o estritamente indispensável.

fonte: O Popular (por Edimilson de Souza Lima), adaptado por Equipe BeefPoint

Os comentários estão encerrados.

plugins premium WordPress